CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

 

O Centro de Educação a Distância da Universidade de Brasília (CEAD/UnB) surgiu como órgão na estrutura da universidade, com a tarefa de desenvolver e viabilizar ações educativas a distância. Para tanto, desde o ano de 1979, promove acesso à educação, à cultura e aos saberes em diversas áreas do conhecimento.

 

Tem por objetivo maior ser referência em Educação a Distância, com reconhecimento nacional e internacional. Como missão, promove a oferta de ensino, com ações integradas por metodologias ativas, tecnologias digitais da informação e comunicação, além de medidas voltadas às práticas pedagógicas inovadoras.

 

Dentre os principais valores estão: velar pelo compromisso com qualidade, inovação, tecnologia e transparência. Sempre com foco na Comunidade Acadêmica.

 

O CEAD tem uma atuação extensa e vários programas de referência, dentre as quais, é possível destacar:

 

icone acessibilidadeUniversidade Aberta do Brasil (UAB/UnB): é um sistema integrado por universidades públicas que oferece cursos de nível superior, essencialmente àqueles que têm dificuldade de acesso à formação universitária, por meio da Educação a Distância;

 

icone acessibilidadePrograma Aprendizagem para o 3° Milênio (A3M): tem como objetivo atuar, junto à comunidade universitária, na identificação, valorização e promoção de ações educacionais inovadoras.

 

Neste último programa, também, é possível evidenciar o Projeto Rotas de Inovação Universitária (RIU), que atua, especificamente, na formação docente e de demais membros da comunidade acadêmica, para o desenvolvimento de diferentes desenhos pedagógicos, que considera o uso de tecnologias educacionais, a mediação pedagógica e a integração de espaços presenciais e a distância.

 

Acrescenta-se, ainda, que é importante informar que o CEAD/UnB desenvolve tecnologias e metodologias inovadoras por meio de serviços com webconferências, coordenação junto à Universidade 6 de Brasília da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) — que é a primeira rede de acesso à internet no Brasil, constituída por mais de 800 instituições de ensino —, e gerenciamento do Ambiente Virtual de Aprendizagem da UnB, que já está em seu terceiro programa.

 

Para melhor compreender as plataformas virtuais oferecidas pelo CEAD/UnB, apresenta-se, a seguir, a educação a distância e os diversos conceitos atrelados a ele, como o ensino remoto.

 

O contexto da Educação a Distância

 

O educação a distância da UnB apresenta a sua modalidade de ensino baseada em duas fortes estruturas: a política e a didático-pedagógica. A estrutura política se constitui com foco na diversidade, nos direitos humanos e em leis específicas que consideram, principalmente, as características distintas e complexas encontradas na amplitude de um país, com fatores socioemocionais tão diversos. A estrutura didático-pedagógica busca englobar, de maneira flexível, toda uma gama de competências e habilidades necessárias para se construir um espaço de ensino crítico e participativo. Mais que apresentar conteúdos e encaminhar atividades, a Educação a Distância (EaD) necessita desenvolver metodologias dinâmicas, que permitam a interação do discente com o docente, com o técnico e todo o contexto acadêmico, do qual faz parte.

 

A EaD é uma modalidade idealizada para oferecer ambiente virtual de aprendizagem flexível e com suporte tecnológico, que favoreça o educação a distância. Dessa forma, essa modalidade demanda uma plataforma digital complexa, que suporte acessos contínuos e simultâneos e ofereça um ambiente de interação intuitivo e acessível.

 

 

1. O Ensino Remoto no universo da EaD

 

O Ensino Remoto se tornou uma tendência mundial, como saída para situações emergenciais, como a pandemia decorrente do coronavírus. A ideia inicial é de permitir que o ensino ocorra de forma interativa, no mesmo molde do presencial, porém em plataformas virtuais.

 

Destaca-se que, por ser um modelo que surgiu em meio a uma necessidade latente, muitos docentes, discentes, técnicos de laboratórios não estavam preparados para lidar com o ensino, nas diversas plataformas digitais. Com efeito, a elaboração dos conteúdos, das aulas, avaliações e atividades nesse modelo precisam ser repensadas para atender a esse universo acadêmico e distinto.

 

Ao pensar nessa realidade do ensino remoto, considerando como eixo final a EaD, este Guia de Orientações, pretende auxiliar, em especial, docentes, técnicos, tutores e monitores que atuam nas aulas remotas neste período.

 

Apresentaremos a seguir, as plataformas virtuais existentes na Universidade de Brasília (UnB), as quais têm o CEAD como espaço organizacional.

 

2. Plataformas virtuais para realização do ensino remoto

 

A UnB oferece, à sua comunidade acadêmica, dois ambientes virtuais de aprendizagem: Aprender 3 e Microsoft Teams.

 

O Aprender 3 é uma plataforma baseada no sistema de gerenciamento de aprendizagem Moodle, customizado pelo CEAD, exclusivamente para a UnB. O ambiente está disponível para alunos, professores e corpo técnico-administrativo, nos níveis de graduação e de pós-graduação.

 

As credenciais para o acesso ao Aprender 3 são disponibilizadas no e-mail institucional. Os dados são importados do Sistema Integrado de Gestão das Atividades Acadêmicas (SIGAA), e os usuários recebem os dados de login no e-mail cadastrado no SIGAA. Portanto, é importante o acesso do e-mail institucional.

 

A suíte de aplicativos Microsoft Office 365 Educacional (Office 365, versão A1) está disponível para todos os alunos regulares da UnB, bem como para o seu corpo técnico-administrativo e professores, mediante um acordo de cooperação firmado entre a Universidade e a Microsoft. Dentre os benefícios desse acordo, há o incremento do espaço de armazenamento das contas de e-mail para 50 GB; e de 1 TB disponível para armazenamento de arquivos na nuvem (OneDrive), além de acesso aos demais aplicativos da suíte Office (Word, Excel, PowerPoint, Teams, OneNote, dentre outros).

 

Os usuários podem acessar a suíte Office 365, por meio de qualquer navegador de internet. A plataforma do Office 365 está disponível clicando aqui.

 

3. Plataformas virtuais e Acessibilidade

 

As plataformas virtuais possuem um papel de destaque, ou mais que isso, é de vital importância para o ensino remoto e para a EaD. Esse espaço precisa estar disponível para todos, ou seja, faz-se 8 necessário que ele seja, de fato, inclusivo e acessível. Com esse objetivo, o CEAD/UnB estabeleceu uma parceria com a Diretoria de Acessibilidade (DACES), da UnB.

 

Outro passo importante foi a constituição do Núcleo de Acessibilidade dentro do CEAD. A equipe tem como papel principal promover a acessibilidade nas atividades de educação a distância e de ensino remoto desenvolvidas pelo CEAD/UnB. Assim, oferece Apoio Operacional à Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I) para os programas: i) Terceiro Milênio (A3M); ii) Universidade Aberta do Brasil (UAB) e iii) Projeto Rotas de Inovação Universitária do CEAD/UNB, além de outras demandas estipuladas pela direção do CEAD/ UnB.

 

O trabalho tem como principal eixo as Diretrizes de Acessibilidade para o Conteúdo da Web por meio da Web Content Accessibility Guidelines (WCAG ), que são as recomendações de acessibilidade para conteúdo da web, ou seja, são diretrizes que explicam como tornar o conteúdo web acessível, e fazem parte de uma série de recomendações para acessibilidade publicadas pela Web Accessibility Initiative do W3C, instituição mundialmente conhecida por pesquisar tecnologias que promovem padrões de uso e forma para a criação e a interpretação de conteúdos para a Web.