Centro de Educação a distância

O canal será digital e terá conteúdo para formação de professores. Sinal terá o alcance que o MEC desejar

 

Uma portaria firmada por dois ministros (da Educação, Renato Janine Ribeiro, e das Comunicações, Ricardo Berzoini) regulamentou o Canal da Educação, emissora de TV digital que será gerida pelo Ministério da Educação (MEC).

A nova emissora está prevista no Decreto nº 5.820, de 29 de junho de 2006, que estabelece o Sistema Brasileiro de TV Digital e diz, em seu artigo 13, que a União poderá explorar o serviço de radiodifusão de sons e imagens em tecnologia digital, observadas as normas de operação compartilhada a serem fixadas pelo Ministério das Comunicações, dentre outros, para transmissão "destinada ao desenvolvimento e aprimoramento, entre outros, do ensino à distância de alunos e capacitação de professores".

A nova TV poderá ser exibida em multiprogramação, ou seja, dispor de mais de um canal na mesma faixa (pelo menos quatro). Terá uma programação para a TV Escola, uma para educação superior e o restante para a programação com conteúdo cultural, científico e tecnológico, de formação crítica e cidadania e de universalização do direito à educação, informação, comunicação e cultura, entre outros.   

O novo canal  poderá ser assistido por todos os residentes dos municípios onde houver pedido de consignação por parte do MEC ao Ministério das Comunicações. Em seguida, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) deve avaliar a viabilidade do projeto na região e o canal que poderá ser ocupado.

Na reunião interministerial de assinatura da portaria, Janine Ribeiro afirmou que, diante da atual revolução e universalização das tecnologias, a existência de regiões sem acesso às comunicações é uma "mancha" para o país. "A falta de acesso à banda larga é um problema também da educação. Temos um conteúdo fantástico, que precisa chegar a todos", afirmou.

Segundo ele, essa cooperação vai significar muito para um país que escolheu a expressão "Pátria Educadora" como mote. O lema também foi lembrado pelo ministro Berzoini, que enfatizou o caráter pedagógico do canal: "No espectro magnético da TV digital teremos conteúdo educativo de qualidade em todo o Brasil." (Com informações das assessorias de Comunicação dos Ministérios da Educação e das Comunicações)

Fonte: Ache seu curso a distância

Copyright © UnB|CEAD|Centro de Educação a Distância
Campus Universitário Darcy Ribeiro - Brasília - DF